Final Fantasy 8 – Remastered trará de volta um dos mais aclamados capítulos da série Final Fantasy. Em seu vigésimo aniversário, ele voltará com gráficos atualizados para os consoles atuais e PC. Lançado originalmente em 1999 para o PlayStation One o clássico game será remasterizado com gráficos melhorados em alta definição e auxílios para acessibilidade. Final Fantasy 8 – Remastered será lançado em 3 de setembro para PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e PC com preços em torno de R$ 60 que variam levemente de acordo com a plataforma escolhida.

O título 8 foi o segundo capítulo da série no PlayStation One, após a quebra de exclusividade da franquia com a Nintendo em Final Fantasy 7, e demonstrou diversas mudanças em relação ao capítulo anterior. Pela primeira vez os personagens ganharam proporções realistas ao invés das figuras atarracadas com grandes cabeças, e a história ganhou um foco maior no relacionamento de seus protagonistas. As cenas em computação gráfica que fizeram sucesso em Final Fantasy 7 ganharam ainda mais destaque na sequência.

Jogadores encarnam o papel de Squall Leonhart, um estudante na escola Balamb Garden e parte da equipe de mercenários de elite SeeD. Durante suas missões, o caminho do jovem que empunha uma Gunblade (mistura de espada e revólver) se cruza com o de Rinoa Heartilly, membro do grupo de resistência Timber. Ambos são puxados para uma guerra causada por uma feiticeira chamada Edea que convence a república de Galbadia a atacar outras nações e acabam em uma missão para salvar o mundo.

A jogabilidade de Final Fantasy 8 começa como outros games tradicionais da série, com equipes de três personagens e batalhas em turnos. No entanto, há algumas grandes mudanças em seu sistema de evolução e magia. Usuários poderão atrelar certas GFs (Guardian Forces) a personagens para melhorar seus status. As magias por sua vez não são aprendidas, mas estocadas ao obtê-las em pontos especiais ou absorvê-las de inimigos com o comando “Draw”.

Visual melhorado

A grande mudança nos gráficos do game para a remasterização está na presença de novos modelos 3D para representar cada um dos personagens, armas, monstros, invocações e mais. Os modelos atuais são bem detalhados, especialmente em comparação com os originais do PlayStation One que não contavam com muitos polígonos e cujos detalhes às vezes se perdiam.

Os cenários do game foram atualizados para alta resolução 1080p, porém, não deverão apresentar um salto gráfico considerável no remaster. Assim como outros games do console na época, como a série Resident Evil, os cenários de Final Fantasy 8 eram apenas imagens 2D pré-renderizadas que passavam a impressão de serem 3D.

Novidades

Como de costume nas remasterizações de Final Fantasy, haverá alguns “cheats” para facilitar o jogo e tornar a experiência mais agradável. Será possível acelerar a velocidade do game em 3x, desligar batalhas ou ganhar barras ilimitadas de HP, ATB e Limit Breaks para vencer qualquer batalha sem dificuldade. Mesmo que o usuário desligue as batalhas aleatórias não perderá os combates essenciais para a história.

A versão do game para Steam terá funções extras que não estarão disponíveis nos consoles. Jogadores poderão ganhar um inventário completo com quase todos os itens do jogo, todas as habilidades, nível máximo de GF, máximo de dinheiro, mágica ilimitada, todos os Limit Breaks e quase todas as cartas de Triple Triad.

Momentos para relembrar

Final Fantasy 8 tem algumas cenas e momentos incríveis que ficaram marcados quando foi lançado, alguns como parte da história e outros apenas pelo jogo. Sua abertura em computação gráfica era impressionante para o final dos anos 90, e era o que havia de mais ambicioso no mundo dos jogos naquele período. Há incontáveis outros momentos igualmente impactantes como a dança entre Squall e Rinoa.

O game também contava, no entanto, com uma série de momentos impressionantes em sua jogabilidade, como entender seu complicado novo sistema de magias, ver o show visual que invocações como Ifrit e Shiva apresentavam e até mesmo as partidas de Triple Triad. Final Fantasy 8 trazia um card game completo em paralelo ao jogo principal chamado Triple Triad no qual se podia competir com vários outros personagens pela aventura e melhorar seu deck.

*Com informações do site TechTudo